terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Ser e não estar

Digo-lhes que só eu sou:
é uma fatídica condição.
Por isso, só nunca estou:
não importa a situação.

Assim caminha a humanidade - II

Assim caminha a humanidade - a paixão faz a festa e a razão paga a conta.

Assim caminha a humanidade

Assim caminha a humanidade: o Desejo abre os caminhos e a Razão recolhe os detritos.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Zarpar de outros portos

Não quero ficar no mesmo canto:
o corpo quer deixar o reino dos mortos.
Não quero narrar o mesmo conto:
a mente quer zarpar de outros portos.

Dias amenos

Não quero mais dias amenos. Dias amenos são demais. Demasiados.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Regaço

Entre mim e ti
Alguns nós
Desatemos aqui
Esses cipós

E façamos laços
Sem amarras
Só com teu regaço
Tu me agarras

Amigo

O olhar de um amigo
Estando eu aqui ou acolá
Carregarei sempre comigo
Não importa aonde eu vá

Ser

Eu não quero ser menos
Tampouco quero ser mais
Nem tônicos nem venenos
Ser apenas já me satisfaz

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Hoje é carnaval

Nem tudo vai bem
Algo sempre vai mal
Toda agonia vai e vem
Mas hoje é carnaval

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Carnaval

A alegria toma as ruas da cidade
E o povo toma umas e outras
Vamos deixar as vontades soltas
Pra sorrir e frevar não tem idade

Vovó e Vovô

Vovó Ética é a dona da palavra
Vovô Cético possui o risinho
Vovó Ética da verdade é escrava
E Vovô Cético da dúvida é vizinho

Descaminhos

Acho-me em descaminhos;
Ando perdido por tuas rotas.
Sigo teus passos e sozinho
Vago por tuas sendas tortas.