terça-feira, 22 de janeiro de 2013

A poesia profetiza

Toda poesia profetiza, embora nem toda profecia poetize.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Crítico x Criador

O crítico lustra os sapatos de quem cria.
Em si, ou seja, num sentido geral, a vida é de um vigor quase inextinguível. Quando se trata da vida na forma de uma espécie qualquer, a força já se reduz, mas mantém considerável alcance e estabilidade. Mas se se pensa na vida corporificada em espécimes singulares, então sua durabilidade é diminuta, sua potência é débil.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Verve

Sua verve não me serve, mas eu sirvo sua verve.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Monet

Eu não venderia um Monet nem por todo money do monde.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Desviar os olhos

Desvia dos meus olhos
E finge não me perceber
Para evitar imbróglios
E não se comprometer.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Deixo estar

Devo tentar ou desistir?
Não há outra possibilidade?
Na minha avançada idade
Deixo estar, deixo fluir.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Indiretas do bem

Indiretas do bem

Quer respeito? Mereça.
Estou comendo nada
E não baixo a cabeça
Pra nenhuma advogada.

Rábula

Ao teu tipo falso
De fala suave
E aspecto grave
Prefiro o cadafalso

Este teu anel de bacharel
É cheinho de máculas
O teu tailleur e laurel
Faz-te rábula entre rábulas