quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Medo

O medo não constrói castelos,
Mas é mestre em projetar masmorras:
Vivo a gritar e arrancar cabelos.
- Não viverei, ó medo, até que morras.

Nenhum comentário: