terça-feira, 1 de maio de 2012

Absurdo

O absurdo finge-se de surdo. Não adianta interrogá-lo.

Nenhum comentário: