domingo, 4 de dezembro de 2011

Falso amigo


No riso do falso amigo
Costuma haver algo
Uma dose ou um pingo
De veneno amargo.

Nenhum comentário: