sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O amor

O amor é uma pena: voa, leve, até se aprisionar, quando, então, torna-se puro lamento.