sexta-feira, 30 de abril de 2010

O entre

Eu sou o entre, eu sou o elo
a unir o destino ao acaso.
Sou meio feio e metade belo:
sou fundo mas vivo no raso.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Zarpar do tempo

Brecha no tempo:
sair, escapar.
Vela ao vento:
partir, zarpar.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Doces mistérios

Já se foi o tempo dos doces mistérios,
Quando eu ainda tudo temia.
Hoje, a minha agonia
Vende-se por miúdos refrigérios.