sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O amor

O amor é uma pena: voa, leve, até se aprisionar, quando, então, torna-se puro lamento.

Um comentário:

Jefferson Góes disse...

Escrevi este texto para brincar com a polissemia. Puro jogo com três sentidos da palavra "pena".