segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Texto para ser lido quando se está com sono

Escrevi o texto abaixo há mais de dois anos e já nem me lembrava mais da sua existência. Não vale a pena buscar qualquer nexo entre as suas frases.


TEXTO PARA SER LIDO QUANDO SE ESTÁ COM SONO



No país das margarinas, lá onde a porca torce o rabo, havia um rapaz – de nome Michael – que gostava de andar de skate. Todas as vezes que ele se preparava pra pegar uma onda chovia forte e ele não podia jogar futebol. Então, totalmente decidido a ingressar na universidade para estudar halterofilismo, comprou um livro e arranjou uma namorada. Namorava onde morava, isto é, no rabo da porca e esse namoro, portanto, só podia dar em merda: nove meses depois e já não sabia andar de skate, além de levar caldo de tudo quanto é marola. Mas o mais mágico mesmo é que ele obteve o grau de doutor em halterofilismo neste período de nove e meia semanas de amor. Ninguém acreditava no que via e ele vivia desacreditando de si mesmo também. Até que um dia ele teve um sonho psicodélico: sonhou que vivia convencionalmente e que só fazia sexo ao telefone, sem nenhuma preocupação com a conta. A economia, aliás, ia bem, na medida do possível e o impossível é sempre relativo ao momento que, por sua vez, não vem ao caso. O caso, diga-se de passagem, é o do seu casario, tão monogâmico que não admitia casos extraconjugais. Tudo era uma questão de diálogo, como se vê, e ele permanecia acreditando que algo aconteceria, independente da fé que não tinha. Se tivesse de dormir, não ficaria acordado pensando em como seria se estivesse dormindo, mas acordado ficaria imaginando qualquer coisa outra que não o fizesse pensar em como o sono é revigorante. Seu sonho era, como logo se deduz, muito misterioso. Misterioso de um modo tal que não lhe ocorria querer saber em que se ...

2 comentários:

JOSÉ RAFAEL MONTEIRO PESSOA disse...

Meu amigo Jeff... vc fumou alguma coisa antes de escrever esse texto? De fato o nexo esta na procura de sexo por telefone enquanto sua economia vai bem.

Jefferson Góes disse...

HEHEHEHEH. Tava muito doido... de sono. Eu avisei, heheh. Abraço, Rafael