quarta-feira, 29 de abril de 2009

O concreto da minha cidade


O que há de concreto na minha cidade são as dores e as alegrias que nela vivi: não há cimento, ferro ou tijolo que se lhes comparem.

Nenhum comentário: