domingo, 30 de novembro de 2008

Bala


A cada bala disparada fica evidente a insuficiência e a fragilidade da razão e da palavra. Mas a cada bala disparada também fica evidente a necessidade da razão e da palavra.

Nenhum comentário: